LOURO

 

 

 

 

Nome científico: Laurus nobilis

Características: Planta arbórea, dióica, de 2 a 10m de altura, perene. Pode viver de 60 a 70 anos . O caule é glabro, de casca lisa e preta, madeira amarelo-pálida, ramos eretos. Folhas verde-escuras, pecioladas, ovóides, lanceoladas, agudas, glabras, brilhantes na parte superior e baça na inferior, coriáceas, lanceoladas, onduladas nos bordos, alternas, persistentes. Flores dióicas ou hermafroditas, pequenas, aromáticas, branco-amareladas, 4 a 6 por umbela na axila das folhas, pedunculadas, com sépalas petalóides. Fruto tipo baga, de cor negra.

Uso doméstico:Utilizado em pó para pratos em que não se deseja a presença de folhas. Usado no feijão, sopas, frutos do mar, cozimento de castanha, tempero de patês, lentilhas e ervilhas, cenoura, berinjela, carnes, aves, camarão, peixes cozidos e assados, molho de vinagre e molho de batata.As folhas, quando queimadas, atuam à guisa de incenso, perfumando e desinfetando o ambiente. Os frutos, ricos em óleo essencial, são matéria prima para o preparo de uma manteiga parasiticida.

Uso medicinal: Antimicrobiana em conjuntivites , estimulante estomacal, carminativa, anti-reumática, sudorífica , anti-hemorroidária, anti-reumática , sedativa, antisséptica , calmante , antidispéptica . Indicada para o tratamento de eczemas, picada de insetos , dispepsia atônica , nevralgia, gases, bronquite , anúria, amenorréia, dispepsia, úlceras , insônia , prisão-de-ventre, astenia e fadiga.


VOLTAR